quarta-feira, 23 de março de 2011

Municípios podem sofrer com desabastecimento

Izabella Teixeira quer ação articulada
(Foto: Wilson Dias/ABr)
Apesar de o Brasil ser reconhecido como o detentor do maior potencial hídrico do planeta, o País corre o risco de chegar ao ano de 2015 com problemas de abastecimento de água em mais da metade dos municípios.

Dos 5.565 municípios, 55% poderão ter déficit no abastecimento de água. Desses, 84% necessitam de investimentos para adequação de seus sistemas produtores e 16% precisam de novos mananciais.

O levantamento da ANA (Agência Nacional de Águas) mapeou as tendências de demanda e oferta de água nos 5.565 municípios brasileiros e estimou em R$ 22 bilhões o total de investimentos necessários para evitar a escassez.

Se as cidades conseguirem concluir as obras necessárias até 2015, elas podem garantir o abastecimento até 2025.

ARTICULAÇÃO
"O intenso trabalho que resultou no Atlas Brasil ajuda o País a identificar os gargalos e carências de várias regiões, os conflitos vivenciados nos grandes centros urbanos pelas mesmas fontes mananciais e a avaliar suas infraestruturas para atender adequadamente ao abastecimento público", diz a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira.

"O que estamos propondo é a ação articulada e integrada entre União, Estados e municípios, e entre os setores de recursos hídricos e de saneamento, para o sucesso das alternativas, das quais dependem, em grande parte, a sustentabilidade urbana, econômica e ambiental das cidades, grandes e pequenas", completa a ministra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário