segunda-feira, 18 de março de 2013

10 pontos recebem materiais recicláveis em Araçatuba

Um dos Pontos de Entrega Voluntária espalhados pela cidade
Foto: Valdivo Pereira/Folha da Região

Dar um destino sustentável para as 200 toneladas de lixo recolhidas por dia em Araçatuba é um desafio que precisa ser combatido com boas práticas pelo poder público. O problema se apresenta como um dos principais gargalos ambientais da cidade, onde apenas 6%, ou 12 toneladas do lixo reciclável (papel, plástico, garrafa pet, alumínio, entre outros), são separados do lixo comum.

Os mecanismos da coleta seletiva precisam ser aprimorados para incentivar e facilitar o acesso da população ao serviço, mas algumas ações representam avanço neste campo. Uma dela é o PEV (Ponto de Entrega Voluntária), da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e parceiros. Dez espaços como esse estão espalhados pelo município, em escolas e espaços públicos.

Todos os pontos são abertos à comunidade, podendo receber metais, plástico, vidro e papel. Nos casos da praça Antônio Silva Vilela e colégio Geração Raízes, os PEVs ficam na via pública, portanto, recebem o material a qualquer hora do dia. Em outros lugares é necessário entregar dentro do horário comercial.

MOTIVOS
Dois aspectos se destacam na escolha da rede de ensino para abrigar o projeto. "É na base da rede municipal que nós direcionamos a educação ambiental", diz o secretário municipal de Meio Ambiente, Jorge Hector Rozas. O outro ponto é que há unidades de ensino em todas as regiões da cidade, o que permite atingir mais moradores.

O motorista Vaner Dias Pereira, 37 anos, aprovou a ideia de a Emeb (Escola Municipal de Educação Básica) Henny Ferraz Homem, no bairro Ipanema, onde estuda o seu filho Jhonatan Gobetti Pereira, 6, oferecer um ponto de coleta aos moradores. Ele explica que o trabalho começa em casa, com a família empenhada em separar embalagens, papel e metais.

A diretora da Emeb Henny, Patrícia Cardoso Soares, explica que o projeto foi bem aceito. Tanto a comunidade escolar quanto a do entorno depositam material no PEV. "A importância dessa iniciativa está em expandir a educação ambiental da sala de aula para as famílias, concretizando a ação de a escola ser um espaço que educa crianças e comunidade", explica.

COOPERATIVA
Todos os recicláveis depositados nos PEVs são encaminhados à Cooperativa Araçá, localizada nas instalações do aterro sanitário de Araçatuba, para separação e venda para recicladores. Este também é o destino do material recolhido de porta em porta pela coleta seletiva da Revita, feita uma vez por semana ou quinzenalmente em 60% da cidade. Há bairros em que a a coleta é feita pela Acrepom (Associação dos Catadores de Papel, Papelão e Materiais Recicláveis de Araçatuba).

A alegação para a baixa porcentagem de separação de material reciclado, segundo o gerente operacional da Revita, Gabriel Soares Lopes, é a falta de conscientização dos moradores e também a existência de poucos PEVs na cidade. Mas ele adianta que a intenção é ampliar os postos e também o trabalho de conscientização.

O interesse da Revita é conscientizar, primeiramente, os alunos das escolas municipais, por considerá-los multiplicadores do conhecimento. "Já tem um programa nas escolas e queremos ampliar e também temos o museu do lixo aqui no aterro sanitário, onde os alunos recebem orientações sobre como separar o resíduo e de como é feita a reciclagem", disse Lopes.

PEVs (Pontos de Entrega Voluntária)

  • Emeb Leão Nogueira Filho, rua Aporé, n° 186, bairro Iporã; 
  • Emeb Henny Ferraz Homem, rua Nicolau Dellia, n° 540, bairro Ipanema;
  • Emeb Carmélia Melo Fonseca, rua Guatemala, n° 740, Jardim Aclimação;
  • Emeb Francisca de Arruda Fernandes, rua Aviação, n° 720, bairro Aviação; 
  • Sesi 349, rua Álvaro Afonso do Nascimento, n° 300, Jardim Presidente; 
  • Praça Antônio Silva Vilela, avenida Brasília, n° 2.020, bairro Nova Iorque;
  • Colégio Geração Raízes, rua Jorge Corrêa, n° 463, bairro Nova Iorque;
  • Parque da Fazenda do Estado, avenida Alcides Fagundes Chagas, n° 222, bairro Aviação; 
  • Parque Ecológico Baguaçu, rua Baguaçu, s/n°, bairro Parque Baguaçu;
  • Zoológico Municipal, rua do Fico, s/n°, bairro Dona Amélia.

Fonte: Prefeitura de Araçatuba

Nenhum comentário:

Postar um comentário