segunda-feira, 8 de abril de 2013

Governo Paulista não vê abate do javali como caça

Atenção para não confundir javali com outras espécies nativas
Foto: Divulgação/Ibama

O abate de javali no território paulista causa polêmica. O artigo 204 da Constituição Estadual determina a proibição da caça, sob qualquer pretexto, em todo o Estado.

No entanto, no entendimento do Departamento de Fauna da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, a instrução normativa do Ibama é válida para os 645 municípios paulistas.

"O entendimento desta secretaria é que o controle populacional do javali não deve ser interpretado como caça e sim como controle populacional de uma espécie exótica, invasora, extremamente nociva e danosa para a agricultura e para o meio ambiente. Sendo assim, a instrução normativa do Ibama veio em boa hora", informou o departamento, em nota.



Ressaltou também que a Polícia Ambiental já está ciente e preparada para orientar a respeito do assunto, assim como fiscalizar.

O caçador deve se atentar para não confundir o javali com outros animais nativos que são parecidos, como as queixadas e os catetos, também chamados de porcos-do-mato. Embora essas espécies sejam de outra família, possuem aparência e comportamento semelhantes aos do invasor. Matá-las é crime ambiental.

Nenhum comentário:

Postar um comentário